O bacharel da Ciência da Computação trabalha, fundamentalmente, na elaboração de programas de informática, para computadores ou dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Analisa as necessidades dos usuários, desenvolve softwares e aplicativos, gerencia equipes de criação e instala sistemas de computação. Cria ferramentas de informática, dos softwares mais básicos, como os usados para controle de estoques, até os mais complexos sistemas de processamento de informações.

Também dá assistência aos usuários, manutenção a redes de computadores e a conexões com a internet. Pode, ainda, implantar e gerenciar bancos de dados e instalar sistemas de segurança para as operações de compra e venda pela rede.

Embora os três bacharelados tenham uma base forte em matemática e contato com áreas da computação, como programação, banco de dados e sistemas operacionais, o foco de cada um deles é diferente: desenvolver novos programas e softwares para várias plataformas (Ciência da Computação), desenvolver máquinas e hardwares (Engenharia da Computação) e desenvolver processos na área de informática (Sistemas de Informação).

Você também pode entender as diferenças a partir de um smartphone: se você gostaria de instalar aplicativos e adoraria desenvolver seus próprios programas, provavelmente Ciência da Computação seja o seu caminho. Mas se a sua vontade é desmontar o aparelho, entender e pesquisar o que tem lá dentro (hardware), então considere Engenharia de Computação. Agora, se você prefere lidar com pessoas, gerenciar grupos de conversa e processos, Sistemas de Informação pode ser uma boa opção.

O que você pode fazer
Banco de dados: desenvolver programas de computador que organizam, classificam e indexam informações.

Desenvolvimento de softwares e aplicativos: elaborar programas, dentre eles jogos de computador e celulares.

Marketing e vendas: divulgar e vender software e hardware. Analisar e planejar novos produtos.

Suporte: assessorar usuários na compra de equipamentos e programas. Dar manutenção a sistemas e redes de computadores.

Curso
Exige facilidade para raciocínios abstratos e para envolvimento com verdadeiras maratonas de cálculos.

As disciplinas básicas incluem matemática, eletricidade e fundamentos da computação. Fique preparado para atuar com atividades que buscam o aprimoramento da capacidade de expressão, particularmente no domínio do idioma inglês. linguagens de programação, sistemas de hardware e software, banco de dados, redes, robótica e computação gráfica também fazem parte do currículo.

A maioria dos cursos inclui na grade curricular disciplinas de administração e empreendedorismo. Na conclusão exige-se uma monografia.
——

No bacharelado em Ciência da Computação reúnem-se habilidades e conhecimentos relativos a criação de aplicativos ou programas. Além disso, ele é responsável por administrar banco de dados, redes de processamento, trabalhar com a computação gráfica, etc. O curso superior tem duração de 4 anos e o profissional é responsável por analisar, desenvolver programas, gerenciar equipes e instalar sistemas de computação.

A graduação auxilia o aluno a ter um conhecimento vasto na criação de softwares, bem como na instalação de complexos sistemas. Ele deve estar atualizado com as novidades do mercado de tecnologia, bem como no desenvolvimento de novas linguagens e algoritmos. Esse profissional está em atualização constante.

Em qualquer lugar presencia-se o trabalho do cientista da computação quando entramos em contato com a tecnologia. Intel, Microsoft e Google, são bons exemplos de empresas que contratam cientistas da computação.

Temas a serem estudados
O estudante terá contato com disciplinas que envolvem:

Algoritmos;
Arquitetura de computadores;
Banco de dados;
Computação gráfica;
Eletricidade;
Eletrônica;
Matemática;
Programação;
Engenharia de software, etc.

Mercado de Trabalho
Geralmente, o bacharel consegue emprego em empresas que trabalham com Tecnologia da Informação, além daquelas da área financeira, como bancos e também telecomunicações. Atualmente, é uma das áreas existentes em qualquer ramo empresarial, ainda mais por causa do desenvolvimento da tecnologia. Existem também oportunidades nos órgãos públicos, que trabalham internamente para a manutenção da Tecnologia da Informação.

O desenvolvimento de aplicativos também está em alta. Isso porque os meios digitais podem ser uma importante ferramenta de negócios para expansão de vendas. Por meio da análise de perfil dos internautas, a empresa pode criar promoções direcionadas para diferentes públicos-alvo. Nesse caso, espera-se do profissional capacidade de testar nas plataformas móveis (Android e IOS).

O bacharel pode, também, dedicar-se à análise de problemas e soluções, como gerenciamento de dados em instituições financeiras e informatização de folhas de pagamento. Um dos profissionais mais procurados pelas empresas para assumir o cargo de gerente de TI é o cientista da computação. Junto com a equipe, ele é responsável pela infraestrutura de tecnologia da companhia, cuidando de help desks, backup de dados, redes de telefonia e segurança.

Com a ascensão do comércio eletrônico, uma área aquecida é a de Arquitetura de Sistemas, em que o profissional dá suporte à usabilidade e facilidade de obtenção de informação em websites, intranets e comunidades online em tempo real. Os estados da Região Sudeste concentram a maior parte das empresas de TI e as melhores oportunidades. Mas o mercado de trabalho é bom, também, na Região Sul e em Brasília (setor público). No Recife (PE), a demanda pelo egresso é aquecida pelas mais de 200 empresas de TI instaladas no Porto Digital.

Written by admin