Tag_Games_logo

 

Bom dia, a você que mais uma vez voltou aqui e por isso já te agradeço!

Hoje, quero falar de um assunto bem legal. Falarei um pouco da minha faculdade que foi o Tecnólogo de Analise e Desenvolvimento de Sistemas. Completei ela tem dois anos e agora venho compartilhar com vocês algumas coisas que tenho certeza que irão aproveitar.

Para os menos adeptos de vídeo, podem pular o mesmo, mas lembrando que há informações nele que não estão aqui escritas. De toda forma, para facilitar, vou deixar ao lado de cada pergunta, o tempo exato onde respondo em vídeo, para que possa aproveitar ao máximo aquilo que quer saber.

Para simplificar, vamos logo para o vídeo:

As perguntinhas da tag:

1- Qual seu curso de graduação? [Vídeo]

Tecnólogo em Analise e Desenvolvimento de Sistemas

2- Quantos períodos ele tem? E em qual você esta? [Vídeo]

Possuía seis períodos e o terminei em dezembro de 2011

3- Porque você escolheu esse curso? [Vídeo]

Escolhi este curso, pois na época do segundo grau, eu já estava fazendo técnico em informática, então estava mergulhada no meio da tecnologia. Também não conhecia muito sobre os diversos cursos que poderia fazer. Não tinha noção de ciência da computação, engenharia de software, sistema da informação e etc.

Lembrando que cursos como redes de computadores e web design, não existia como uma faculdade específica no ano que iniciei. Se você quisesse ingressa no ramo de redes, por exemplo, teria que fazer ou SI ou CC.

Entrei na área de analise de sistemas com o intuito de programar, mas hoje não é mais meu foco.

4- Antes de escolher esse curso você pesquisou sobre o mercado de trabalho e o piso salarial? [Vídeo]

Não. Mas tinha por suposição que um profissional da área depois de estabilizar no mercado de trabalho, poderia ganhar tranquilamente quatro mil reais. Muito dinheiro naquela época, hoje significa nada.

5- Como foi seu primeiro dia de aula? Tem dicas para os calouros? [Vídeo]

Foi um dia de apresentação do curso com os professores da área e a coordenação. Apresentando toda a proposta do que iríamos estudar. Como não foi uma faculdade pública, não houve o susto do trote.

6- Sobre seu TCC, já começou a fazer? Qual tema pretende abordar? [Vídeo]

Meu TCC já está pronto. O tema foi sobre um cardápio digital para restaurante, específico para tablets. Programa em Hibernate e Java.

7- Você se considera uma boa aluna (o)? [Vídeo]

Sim.

8- Você esta 100% satisfeita com o curso que escolheu? [Vídeo]

Essa pergunta tem que ser feita em várias épocas de minha vida. Quando eu terminei o curso eu não estava satisfeita pela a falta de oportunidade de estágio. Hoje, penso diferente pois sei que não foi em vão o mesmo. O curso pode me abrir diversas portas, posso migrar para onde eu quiser dentro da tecnologia ou publicidade/marketing.

9- O seu curso tem algum material especifico que não tem em outros cursos? (ex: estetoscópio e calculadora científica) [Vídeo]

Não tem material específico. No máximo uma calculadora científica para matérias como estatística.

10- Na sua faculdade teve trote? Se sim como foi? [Vídeo]

Não teve por ser privada.

11- Seu curso tem muita matemática? [Vídeo]

Teve matemática, mas nada muito absurdo. Não teve matemática integral ou geometria analítica. A matemática foi mais em relação a lógica, tipo E, OU, SE, ENTÃO

12- Geralmente nas faculdades existem o “ciclo natural de desistência” a turma começa com 70 alunos e permanecem só 20. Isso aconteceu na sua faculdade? [Vídeo]

Sim. No primeiro período o curso iniciou com uma turma de noventa pessoas. Aos poucos isso foi caindo. Na última turma, teve apenas vinte alunos. Sendo que dessa turma, os que se formaram dentro do tempo certo comigo foi somente quatro.

13- Quais dicas você daria para quem esta querendo começar a fazer o mesmo curso que você? [Vídeo]

– Primeira dica, pesquise muito sobre as diversas possibilidades de curso que há no mercado.

– Coloque um foco, por exemplo, gosto de redes, então os cursos que engloba isso são Ciência da Computação e Redes de Computadores (existe outros mas tem que observar a grade do curso).

– Decidiu qual curso? Tipo, – vou fazer agora Sistema da Informação! Então, mão na massa!

Procure a grade curricular das faculdades que são uma boa opção (custo/beneficio) e veja as matérias se são compatíveis com o que você quer aprender. Lembrando que não será 100% do curso que irá lhe agradar, mas com certeza uma matéria do curso de SI na faculdade X pode não ter na faculdade Y, e isso pode fazer diferença na sua formação, ou na carreira que quer seguir.

– Não esqueça que depois que terminar o curso não pode parar de se atualizar. Então já sabe o que vai fazer? Pós? Mestrado? Certificações? Quero me especializar em banco de dados, quais cursos farei depois e assim vai fluindo.

Mas primeiro, resolva a graduação que o resto acontece normalmente.

14- Já ficou em DP? Possui algum método diferente de estudo? [Vídeo]

Sim, fiquei na matéria de estrutura de dados. Não me arrependo, não me sinto culpada por isso. Foi a melhor coisa que aconteceu, pois se eu passasse na matéria, não iria entender mas para frente sobre programação. Apenas recomendo que retire duas horas de estudo por dia. Baixe exercícios da internet, e realize-os de diversas maneira, tipo, em algoritmo, em C, em Java e assim vai. Pratique, treine seu cérebro, pois é impossível aprender se você ficar parado.

15- Faça um resumo básico do seu curso pra quem estiver interesse em fazê-lo. [Vídeo]

O curso de analise de sistemas é para quem quer trabalhar com a construção desde seu principio, com a parte de documentação até a parte que será implantado na empresa. Você pode fazer sistemas para banco, para contador, para estoque, para a logística de uma empresa e etc. Pode-se trabalhar com teste de software, apenas analise de sistema (documentação), pode trabalhar somente com programação. Se não quiser isso pode também trabalhar com redes, apesar do curso não ser especifico dessa área, você adquire o conhecimento básico para essa função.

Pessoal, é isso aí! Lembrando que está foi a minha experiência, observações que poderiam ter feito diferença antes de iniciar a faculdade e hoje fica mais fácil ter acesso a esse tipo de informação. Se possível, converse com profissionais da área, como eles atuam e o que eles fizeram para chegar até ali. Claro que fazer uma faculdade não é sinônimo de sucesso. Você precisa se esforçar e você ainda irá competir com pessoas sem diploma que fazem o trabalho muito bem de quem tem um “papel” no quadro.

Então, faça o melhor como profissional, seja o melhor no que você faz, aí sim terá sucesso garantido.

E aí, gostou? Não esqueça de comentar aqui embaixo! 

 

Written by Andressa S